Aplicativo para ensino a distância?

As linhas de telefone fixo na década de 80 ou 90 valiam uma fortuna. Eram fontes de rendimento. Ações. Quase um título ao portador. Uma linha de telefone poderia valer (em dinheiro de hoje) uns R$ 5.000,00 . Da noite para o dia passaram a valer menos de R$ 50,00 . Avancemos um pouco: o que há de diferente do celular de vinte anos atrás com os de hoje? Os aplicativos. Hoje em dia ninguém usa o telefone para fazer ligações. O seu aparelho já sai da loja desvalorizado.

Então por que o telefone celular hoje é tão importante?

Nada mais importante hoje que a doença da conectividade. É o anseio por emitir sua opinião e ser ouvido em redes sociais cada vez mais solícitas. O ensino a distância percebeu bem antes da pandemia de 2020 que os aplicativos de celular são as formas mais fáceis de atingir seu público alvo.

Dentro de casa ou na rua, o aparelho de celular é o sexto dedo dos alunos. As notificações são os novos inspetores chamando atenção o tempo todo. O vídeo roda no ônibus no translado para o trabalho. Provas são aplicadas até no banheiro. Smartphones são cúmplices silenciosos destes segredinhos impublicáveis.

Plataformas de ensino a distância, desde que tiveram os Smartphones como aliados, saíram dos escritórios, das casas e foram para as ruas. Até o computador pessoal entrou em desuso. O celular é a peça chave no EAD ( ensino a distância ).

Alunos assistem vídeos, recebem avisos de professores, realizam provas, baixam certificados, apostilas e avaliam notificações. Nada mais prazeroso que trabalhar sem ignorar o vício da conectividade.

Em realidade, os celulares aumentaram o tempo de exposição do aluno com o conteúdo. A inovação, contudo, não atropelou por completo o desktop. Os computadores pessoais são armas importantes para o professor. Plataformas de ensino a distância informam se os alunos assistiram seus preciosos vídeos, se baixaram suas apostilas, se realizaram as provas! Ah, os Jetsons nunca foram tão cotidianos.

Transmissões ao vivo pelo aplicativo de celular

Transmissões ao vivo pelo celular são obras também dos aplicativos de celular. As melhores plataformas EAD já vem com aplicativos de celular e transmissões ao vivo incorporadas. Ótimos são os vídeos, mas o calor humano digital é insubstituível.

Tanto o ensino presencial quanto a distância não são capazes de colar o aluno na frente do professor (embora eu mesmo já tenha sido amarrado numa cadeira na quarta-série primária). Nada como aquele pulinho na cozinha enquanto roda o “Play” daquela aula assíncrona. Contudo, a aula ao vivo é diferente. Sua carinha precisa estar bem animadinha. Afinal, todo mundo está olhando.

Que incrível: é permitido conversar com o colega na aula ao vivo! Ainda que digitado! Não precisa mais enviar bilhetinho discretamente para o amiguinho.

Santos Aplicativos de Celular, Batman!

A linha de telefone fixo caiu de valor, assim como o preço do SmartFone assim que sai da loja. E o valor das plataformas de ensino a distância que não tem aplicativos de celular?

Eu não sei.

Agora, se vc quer uma plataforma EAD com aplicativo de celular e transmissão ao vivo, tem experiência grátis para você clicando aqui 🙂

 

Alessandro Marlos é engenheiro da GlobalEAD, plataformas de ensino a distância com aplicativos de celular e transmissões ao vivo com plano grátis!

 

Deixe uma resposta